sexta-feira, fevereiro 15, 2013

Difamação da graça

"Muitos seguirão seus ensinos imorais. E, por causa deles, Cristo e o seu caminho serão escarnecidos" - II Pedro 2:2

Não é à toa que dizem que a mensagem da Bíblia é atemporal, muitos são os versículos que se aplicam no nosso dia a dia, mesmo tendo sido escrito há milhares de anos. Esse versículo é um deles.

O ser humano tende a errar, e alguns erros do passado, depois de encobertos pela história, acabam sendo repetidos em novas gerações. É certo que Pedro aqui no caso não está falando do presente dele, mas de algo que viria a acontecer, mas o apóstolo Paulo também já havia alertado aos seus irmãos os perigos dos falsos profetas.

Esse versículo pareceu saltar da Bíblia, gritando e com amplificador, no dia em que li. 

Eu me lembro que quando era mais nova, os ditos "crentes" eram conhecidos por sua postura rígida, pelo legalismo que eu quis tanto combater na minha adolescência. Crente era aquele cara que não ouvia nem contava piadas imorais, não bebia, não fumava, não tinha cabelo grande, etc. 

No quadro de hoje, os crentes das sociedades laicas não são mais repelidos como antigamente. Eles entram na roda de amigos e, claro, às vezes é motivo de chacota por alguma razão. 

Não é que eu queira que aquele padrão moral/legalista volte, mas hoje os imorais têm espalhado uma má fama sobre o evangelho verdadeiro.

Quando pensam no estereótipo crente, as pessoas hoje logo citam casos dos "pastores" que usufruem da sua posição de poder para praticar todo tipo de crime contra as pessoas. Pensam em gente materialista, que vai em busca de Deus por aquilo que Ele pode dar. 

Penso que, quando as pessoas tentam inventar um evangelho baseado no que acham correto, acabam criando esses extremos. A graça, que é destrinchada ao longo de toda a Bíblia, sempre nos levam ao equilíbrio. O certo e o errado existem sim, ao contrário dessa teologia liberalista de hoje. Mas não é algo baseado nos padrões que o legalismo quer exigir. A graça respeita quem somos, nossa cultura. Mas ela nos transforma em pessoas aptas a fazer o nosso melhor com aquilo que somos. 

O sacrifício de Jesus não pode ter sido em vão. Nós não podemos deixar esses imorais difamarem a maravilhosa graça do evangelho verdadeiro. 

Podemos ser apenas um grão de areia, mas tenho a esperança que, se alguns virem em nós o evangelho verdadeiro, a graça, já terá valido à pena, mesmo que o quadro geral não mude tanto quanto gostaríamos.

Que a graça incorruptível de Cristo continue conosco!


Um comentário:

ana disse...

Olá Daniela,
Ontem mesmo estava pensando demais nisso. E você expressou com palavras aquilo que sinto e que tenho pensado.

O Senhor conhece aqueles que são verdadeiramente Seus, e sempre usa alguém para nos edificar, nos mostrando que felizmente não estamos sozinhos nas aflições que passamos.

Que o Senhor seja contigo.
Fica na paz ;)


Abraços
Ana

Veja mais em

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...