sexta-feira, agosto 22, 2008

Crônicas do coletivo II


O mesmo ônibus de ontem. Depois da cena divertida comecei a ouvir uma conversa de duas senhoras (não que eu quisesse, mas elas falavam a uma intensidade suficiente para até o motorista ouvir).

A: - Você se casou?
B: - Deus me livre! Só morei com ele durante 14 anos.
A: - Casamento é muito ruim!
B: - É uma desgraça. Eu nunca casei, graças a Deus.
A: - A única coisa boa é entrar de branco na Igreja, a festa depois...
B: - Não vale a pena o sacrifício...
A: - Dependendo, casar no civil vale até a pena. Casa com um homem bem rico, e depois separa, e fica rica também.
B: - Mas o meu era pobre, miserável, e eu tive que aguentar por 14 anos.
Nisso o filho da senhora A, de uns três anos, começou a "cantar":
Aa: - Queeeeeeeu...queeeeeeeeu....veloxidade dois...queu queu queu queu...

Depois de um longo dia de aula, resolvi dar um cochilo.

2 comentários:

holy-freak disse...

uehauehuehauheauehauheaheaheuehuehauheuaehauehauehaeuhaehauehaeuhueahea

So vc miga pra prestar atenção nessas coisas.e ainda por cima lembrar delas =]

Bjos

Matheus Totte disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk

lamentável, né Dani...!!!!

histórias d onibus... tenho algumas tbm...

qdo fizer meu blog msm, qm sabe... aauhuahahau

abração!!!

ps: 1o post meu no seu blog! to mó emocionado... rsrs

Veja mais em

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...