sexta-feira, janeiro 06, 2012

Fique triste!



"Estou cansado de clamar; a minha garganta se secou; os meus olhos desfalecem esperando o meu Deus. " - Salmos 69:3

Escrevo hoje esse texto porque me preocupa, e muito, o fato de a tristeza ultimamente ser praticamente sinônimo de pecado dentro das igrejas. Como se o fato de alguém se sentir triste o qualificasse como menos crédulo em Deus.

Não discordo que, em Deus, temos motivo para toda felicidade do mundo. Nenhuma circunstância externa ou interna deveria nos abalar. Mas eis aqui uma novidade para você: somos humanos!

Aliás, se ficar triste fosse pecado, não teríamos o livro do louvor (os Salmos), Lamentações, Jó, dentre outros e estaríamos assumindo que Jesus foi um pecador. Veja o que ele diz a Pedro e Tiago, às vésperas da crucificação: "E disse-lhes: A minha alma está profundamente triste até a morte; ficai aqui, e vigiai." (Marcos 14:34). Essa não foi a única vez que Ele ficou triste, mas eu gosto da maneira como Ele expressou isso nesses versículos. Jesus aqui estava sofrendo, como qualquer um de nós sofreria ao ter que enfrentar tamanha dificuldade. 

Vejo hoje em dia, também, a escala de tristezas permitidas. Se algum familiar seu faleceu, então você tem o direito de ficar triste. Se você está solteiro há muito tempo, então "tome vergonha na cara" e tire essa tristeza do coração, pois você tem que esperar em Deus. 

Obviamente, usei dois extremos. Mas quero dar uma especial atenção a essa tristeza por estar sozinho. Se resolvo esperar em Deus por alguém que será a pessoa certa para mim, então será difícil, com certeza. Afinal, não seria muito mais fácil eu "me divertir com os errados até aparecer o certo?". Se eu estou percorrendo o caminho correto eu quase sempre vou encontrar dificuldades (ou sempre, para falar a verdade). E dificuldades, por mais forte que seja a pessoa, abatem um pouco o espírito sim.

E, se é difícil, por que não podemos ficar tristes por isso? Quem disse que ficar triste é sinônimo de desistir de esperar em Deus, de cumprir sua vontade? Volto ao exemplo de Jesus, no versículo de Marcos acima. O fato de Ele ter ficado triste até a morte O fez desistir de morrer em nosso lugar? A história mostra que não. 

Entenda, não estou dizendo aqui que a pessoa deve viver triste. Ora, a graça se aperfeiçoa na fraqueza, então por ela nos lembramos de quão maravilhoso nosso Senhor é e nossa alma é refrescada, nosso espírito renovado. Por ela o Salmo 69, que começa esse post, termina da seguinte maneira:


"Eu, porém, sou pobre e estou triste; ponha-me a tua salvação, ó Deus, num alto retiro.

Louvarei o nome de Deus com um cântico, e engrandecê-lo-ei com ação de graças.

Isto será mais agradável ao SENHOR do que boi, ou bezerro que tem chifres e unhas.

Os mansos verão isto, e se agradarão; o vosso coração viverá, pois que buscais a Deus.

Porque o SENHOR ouve os necessitados, e não despreza os seus cativos.

Louvem-no os céus e a terra, os mares e tudo quanto neles se move.
Porque Deus salvará a Sião, e edificará as cidades de Judá; para que habitem ali e a possuam.
E herdá-la-á a semente de seus servos, e os que amam o seu nome habitarão nela. "
Salmos 69:29-36


Por ser repleto de graça Jesus enfrentou a morte, e por ter passado por tristeza mortal, Ele nos dá também esse direito.

Então, fiquemos tristes sim, sentimentos não são pecados. Não desista, porém. Espere mais um pouco, e, quando não aguentar mais, espere mais. Chore, fale com Deus de suas aflições, conte para Ele que sua alma está triste. Diga para Ele quando você tiver a sensação de que suas orações não estão passando do teto.

Eu tenho um irmão mais novo. Bem mais novo, quase como um filho. Por isso muitas vezes entendo alguns sentimentos paternais por aí. Um pai, quando vê o filho triste, não quer que ele fique fingindo que está tudo bem. Aliás, como pai, ele tem o sexto sentido de que não está tudo bem. O pai quer que o filho conte porque está triste. Ele quer ajudar o filho, nem que seja apenas para ouvir. E Deus é nosso pai. Ele quer ouvir nosso desespero silencioso que ninguém vê atrás do sorriso estampado no culto de sábado à noite. 

Deus não vai ficar com raiva por dizermos que estamos tristes. Deus não vai ficar guardando mágoas. Ele nos ama incondicionalmente e até mesmo as nossas mais ferinas reclamações não vão mudar isso. Usei apenas um capítulo de Salmos. Leia esse livro e você verá Davi relatando sua tristeza diversas vezes. 

Mas, em toda sua tristeza, não desista. Não desista de conseguir se estabilizar financeiramente. Não desista de entrar na faculdade. Não desista de achar o homem/mulher de sua vida. Confie na graça de Deus. Lembre-se sempre que não importa como você esteja, Ele te ama. E ainda que nada mude em sua vida, ela é pequena demais quando comparada com a eternidade. 

E aos que estão felizes, entendam a tristeza de seus irmãos. Lembrem-se que a graça é manifesta em nosso amor uns com os outros. Demonstre graça a ele, console seu irmão em momentos tristes. Não o julgue, como fizeram os amigos de Jó. Só quem sabe os propósitos eternos é o próprio Deus. E lembre-se que, ao demonstrar essa graça, você pode alegrar seu irmão, e ser a resposta de Deus que ele(a) estava procurando.

Para finalizar, que tal alguns versos do apóstolo que mais fala sobre sofrimento em suas cartas? Paulo, em Romanos:

"Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.

Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus.

Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou,

Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.

Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.
E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo.
Porque em esperança fomos salvos. Ora a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê como o esperará?
Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos.
E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.
E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos.
E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.
Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos.
E aos que predestinou a estes também chamou; e aos que chamou a estes também justificou; e aos que justificou a estes também glorificou.
Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?
Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.
Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor." (Romanos 8:18-39)

Que a graça de Cristo nos oriente =D

5 comentários:

Carol Santana disse...

Não é fácil seguir as regras de conduta impostas em nossas igrejas.Às vezes, parece que é proibido admitir que estou triste.

Se estou triste por 1 motivo aparentemente "simples" sou medíocre, infantil.

Mas quem somos nós p mesurar a dor do outro?

Como posso julgar se a dor do meu próximo é digna de ser sofrida se não sou eu que estou sentindo essa dor?

E como posso carregar um sorriso no rosto, fingir que tudo está bem se na realidade estou sofrendo?

Como posso fazer parte do corpo de Cristo e não me sentir a vontade para falar p meu irmão que estou sofrendo e preciso de pelo menos alguém p me escutar?

Parece pecado assumir que minha tristeza é grande. E que ela doí. E como doí!

Ainda bem, que perante Deus não há como esconder quem realmente sou e como me sinto. Ele me conhece e sabe tudo a meu respeito sem que eu precise dizer uma palavra, mas mesmo assim Ele, como pai amoroso e amigo fiel quer ouvir da minha boca o que causou sofrimento ao meu coração.

Que alívio!
Me alegro em saber que SIM:
Eu posso ficar triste! =)

Marlon disse...

Muitas vezes a igreja (instituição) nos impõe uma carga injusta, que não provém de Deus. Como os fariseus queriam que os não-judeus fossem circuncidados e paulo afirmou que estavam colocando um julgo muito pesado naquelas pessoas!

Aonde abundou o pecado superabundou a graça!

Deus é demais! Glória a ELE!

Anônimo disse...

Nossa Dani,Deus te usou profundamente enquanto escrevia. Estava me sentindo triste por estar só ,esperando em Deus. Tenho esperado tanto que já não há fé em mim.quero crer que esse ano seja diferente. Que Deus possa acrescentar fé em mim. Que eu possa permanecer firme. Beijos. Sou a Val

Daniela Nogueira disse...

Val, que Jesus te abençoe grandemente. Que a graça continue te acompanhando, não desista!

E se precisar, pode mandar e-mails pra mim: danijf_bh@hotmail.com ^^

Bjim!!

Egleidson Frederik disse...

Esse texto parece com uns que já escrevi..so que infinitamente superior kkkkkkkk

Sempre falo que hoje, quando você fica triste sempre tem um, pra dizer olha pra essa imagem (criancinha da África passando fome) e para de reclamar.

Isso é de um crueldade com a tristeza alheia que prefiro nem comentar sobre, mas o fato é que isso também é falta de Graça, a bíblia orienta: Chorai com os que choram! E Como são muitos os que choram, a depressão é um dos grandes males desse século, e se nós cristão fecharmos os olhos ou condenarmos a tristeza alheia como pecado, seremos sempre o fariseu e o levita, nunca o Bom Samaritano!

Sola Gratia

Bjos

Veja mais em

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...