terça-feira, dezembro 16, 2008

Diario de Lot - O Silêncio

O Lot andava meio sumido, e fiquei sabendo que ele visitou um amigo meu essa semana e entregou esse capítulo do diário para ele. Normalmente publico às segundas, mas abri uma exceção para esse caso. Enjoy it!

Todo ínicio na Mensagem, muitas vezes é tranqüilo, cercado das bençãos de Deus e de sua proteção, como um filho que acaba de nascer, Ele te cerca de cuidados, te alimenta, está presente sempre que você precisar, cuida de você até ver que já te é possível dar alguns passos sozinho.


Ainda nesse momento, Ele esta perto, te dizendo coisas que você pode fazer e te instruindo em alguns cuidados, pra que você não caia. Os primeiros passos sozinhos na Mensagem, costumam ser tranquilos, você está como uma criança que aprende a andar de bicicleta, mas tem as rodinhas pra te amparar e sabe que seu Pai, também está olhando você e perto pra quando você precisar.


Mas chega um período em que você já consegue andar sozinho, sem ajuda de ninguém, sem as pessoas precisarem ficar te olhando, na sua bicicleta você anda sem precisar de rodinhas e de que seu Pai te ampare. É nesse período que acontecem muitas coisas que determinam seu caminhar na Mensagem ou a desistência do Caminho.


Essa história é de um dos muitos períodos que passei e ainda passo, semelhantes a esse caminhar sozinho.


Era uma semana corrida, muitos trabalhos de faculdade, final de semestre é uma correria que quem faz curso superior entende. Além disso tinha que conciliar o tempo, pra que pudesse fazer as coisas pertencentes a Mensagem, eu estava ficando esgotado, a dias parecia não saber mais o que Deus queria, problemas começavam a surgir de onde eu menos esperava, amigos tentavam ajudar, mas cada dia parecia escurecer um pouco mais.


Quando parava pra orar e pedir orientação de Deus, não ouvia nada da parte Dele, era um silêncio constrangedor, como seu eu estivesse numa sala a prova de som e Ele não pudesse me ouvir clamar, eu ia me enfraquecendo dia após dia.


Quando comecei a entender a Mensagem, era como se eu tivesse Asas, eu voava livremente e contava para as pessoas a sensação desse vôo livre, mas com o tempo, comecei a voar cada vez mais baixo, depois era como se eu só conseguisse andar, mas ainda me sentia livre, corria por imensas distâncias sem me cansar, e continuava na propagação da Mensagem, mais um tempo e eu já não conseguia correr, somente andar e ficando cada vez mais fraco, agora eu só consigo rastejar.


Falar da Mensagem? Naqueles dias eu mal conseguia acreditar o suficiente para mim, quanto mais falar dela para outros, comecei a duvidar de Ela era Real, aqueles que tentam crescer na Fé, se sentem nesse período como Icaro, ao tentar voar alto demais na mensagem, caímos rápida e miseravelmente na terra.


Eu lutei muito contra minhas próprias dúvidas nesse tempo, o Silêncio de Deus, foi uma das coisas mais pertubadoras pra mim, não o conhecia até aqueles dias e não sabia ainda como lidar com Ele. Eu ainda não sabia que podia jogar em Deus meu sofrimento, dor e indignação, nessas horas me vinha a mente apenas o Jeová do Antigo Testamento, não o Jesus do Novo, ou seja, eu esperava castigo e punição por meus erros, e não um abraço e compreensão de um Pai de Amor.


Hoje me volto para aquele período com Alegria, aprendi mais da Mensagem nele do que em qualquer outro período da minha vida, ainda hoje passo por momentos assim, na verdade aprendi que eles sempre acontecerão, enquanto eu estiver aqui, mas neles eu aprendo que quando não posso mais caminhar, quando estou fraco e rastejando, é nesse período que Deus usa a força Dele, e me pega no colo e caminha no meu lugar, é nesse tempo que experimento o que é realmente estar na vontade de Deus.


Bom, como passei por aqueles dias? Bem, Deus continuou em silêncio, continuei sem saber o que fazer direito, então fiz a única coisa que podia fazer sabendo ser o certo, continuei no Caminho, rastejando sim, sentindo dor, com sede, com fome, mas ainda em frente e hoje sei que essa é a única opção para mim, alguns nesse período apostatam da Fé, acho que fazem isso por não compreenderam a Verdadeira Mensagem, aquela que te ensina a carregar a Cruz, passar pelo Gólgota, e que te leva a dizer: Pai, se possível afasta de mim esse cálice, mas que não seja feita a minha vontade e sim a Tua.


Pra terminar, lembre-se apenas dessas pequenas coisas:


- O choro pode durar uma noite(e não importa quão longa ela seja), mas a Alegria vem pela manhã;


- A noite é mais escura, antes do amanhecer e as coisas sempre pioram antes de melhorarem;


- E quando você não tiver mais motivos pra sorrir, diga assim:


"Porque estás tão triste ó minha alma?, porque estás tão abatida dentro de mim? Espere no Senhor, pois eu ainda O louvarei."


E espere, não vai ser fácil, vai doer no mais profundo da sua alma, mas vai valer a pena, acredite em mim, eu sei, eu já vivi isso.


Graça e Paz a todos.

Um comentário:

Dani Nogueira disse...

É a primeira vez que o Lot faz referência a Deus...utilizando essa palavra.

Acredito que o momento propiciou isso.

Conversa produtiva essa que vocês tiveram hein amigo?

Gostei ^^

Veja mais em

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...