sábado, agosto 05, 2006

Reflexões de férias...

Olá amigos do blog,
Nessas férias comecei a escrever algumas frases minhas e iria posta-las aqui, mas resolvi falar de algo mais urgente do que isso. No fim coloquei algumas, dentre as quais, umas sobre evangelismo. E é exatamente sobre isso que pretendo postar hoje, usando de uma simples porém prática analogia. Imaginem uma criança de 2,3 anos. Creio que não há criatura na terra mais egocêntrica que essas criaturinhas. Elas são extremamente egoístas, o eu prevalece porque elas tem medo de perder o que conquistaram. Ao mesmo tempo são as pessoinhas mais sinceras e inocentes que existem. Elas simplesmente acreditam e pronto; não ficam questionando tudo o tempo todo (a fase dos porques é mais pra frente...). Eu creio que muitos cristãos verdadeiros estão sendo como essas crianças. Têm guardado a salvação para si e não querem compartilhar com ninguém, talvez porque, como essas crianças sejam tão inseguros que acham que vão perder por compartilhar. Quando crescemos (naturalmente e espiritualmente) percebemos o quanto é bom evangelizar e que ninguém vive sem compartilhar. A gente só não compartilha aquilo do qual sentimos vergonha. Eu sei de tudo isso que estou falando porque, infelizmente, eu conheci a Jesus criança e permaneci criança por longa data. Ao mesmo tempo fiquei pensando no que os outros iriam pensar, atitude de adulto, onde Deus deseja a inocência infantil. Ou seja, fui criança quando deveria ter sido adulta e adulta quando deveria ter sido criança. Ah! Se o tempo voltasse não teria cometido o erro de me desviar dentro da própria Igreja (o que, na minha opinião é bem pior que sair dever, porque Deus odeia a hipocrisia) e perdi bons anos da minha vida não sendo ninguém. Poderia estar um passo mais a frente espiritualmente. Poderia ter evitado muitos problemas. Mas, ainda bem que Jesus me mostrou isso a tempo. Por isso o lema continua sendo: Jesus acima de tudo, abaixo de nada. Completamente louca por Jesus.
As férias foram muito boas apesar da grande perda, Jesus falou comigo como nunca falou e isso é meu medidor de férias boas ou ruins. As frases que selecionei fora:
  • A salvação é cara demais para ser comprada com boas obras. Só o sangue de Cristo derramado na cruz é suficiente para pagar esse preço.
  • Jesus também tem sentimentos. Devemos nos preocupar em não causar sofrimento a Ele afirmando sermos menos pecadores que outras pessoas.
  • Porque esperar o fracasso total na vida para se encontrar com o salvador?
  • Jesus é incontestavelmente Deus.
  • Existe vida abundante após a morte se em vida nos decidirmos em viver com Jesus.
  • Porque a pena de morte é errada? Simples: Jesus, sem culpa alguma enfrentou essa punição (numa cruz!) para que ninguém mais precisasse passar por isso, independente do grau de maldade do crime cometido ( que deve obviamente ser punido com justiça). Isso é amor perfeito, amor de Deus, não é tão simples de entender.
  • Só somos completos quando abrimos mão de tudo para Cristo, se deixarmos Ele ser o primeiro em nossas vidas.
  • Vida cristã: sensatez, justiça e piedade.
  • Ter vergonha de aceitar a Cristo como único e suficiente salvador de nossas vidas é se sujeitar a viver sem Ele (óbvio não?)
  • Aceitar Jesus é ter a vida completamente transformada.
  • A Bíblia é muito mais que um conjunto de regras do tipo "faça isso, não faça aquilo". É a revelação do Deus de amor, cujo caráter devemos reproduzir em nossas vidas o melhor possível, se quisermos segui-lo.
  • Ao fecharmos os olhos nessa terra, a única coisa que determina para onde vamos, céu ou inferno, é se vivemos ou não, com Cristo.
  • Uma vida de realizações é aquela vivida lado a lado com Jesus.
  • Deus insiste em mostrar o plano de salvação porque Ele sabe das conseqüências de viver sem ela para o ser humano. É por amor que Ele faz isso incansavelmente.
  • O orgulho humano é o convite de entrada para o inferno.
  • Só quando nos dispusermos a nos submeter a autoridade do Espírito Santo é que podemos ser úteis nas mãos de Deus.
  • Só enfrenta a morte em paz aquele que sabe que o detino eterno de sua alma é com o redentor, que vive e reina para todo o sempre.
  • "O amor é o que o amor faz"(essa não é minha, mas foi algo sobre o qual refleti muito esse mês sobre isso-Leiam o livro "O monge e o executivo").
  • A Bíblia é superior à ciência pois só ela pode explicar a origem e o propósito do universo.
  • Muitos são os que se recusam a ler a Bíblia e/ou acreditar nela por medo do poder transformador da verdade nela contida.
  • A verdadeira felicidade não está nas coisas do mundo, mas no amor de Jesus em nós.
  • Deus quer nos manter afastados do mundo para nos livrar das armadilhas que este oferece e não para nos privar dos supostos prazeres que ele tem a oferecer (supostos mesmo né...não passam de ilusão).
  • Temos pressa para tantas coisas "inadiáveis" em nossas vidas, porque não a mesma pressa para a salvação da própria alma e a dos outros?
  • E para terminar...porque eu acho que empolguei um pouquinho:
  • Jesus Cristo: a verdade

2 comentários:

Thobila disse...

Olá Dani,
Li suas frases e seus comentarios.Gostei muito da sua visão de mundo.Realmente precisamos nos "doar" mais...
Se nos entitulamos "Cristãos" precisamos fazer o que Cristo nos mandou fazer.Parece obvio, e realmente o é, na teoria.Já na prática sabemos que a coisa começa a complicar.Afinal,o evangelismo envolve muito mais do que uma anunciação das boas novas.Para que consigamos anunciar estas, precisamos vive-las e dessa forma evitarmos a hipocrisia que Deus abomina.
Dificil???Só quando queremos passar por cima do relogio.A gente lê um texto como esse seu,e passa a ter uma louca vontade de sair pelo mundo a fora pregando.E já começamos a sonhar,achando q de uma hora pra outro,todos aceitarao tudo que falarmos.Entretanto,sabemos que não é bem assim!!Ai nos frustamos..
Então que o evangelismo venha ser em nossas vidas um "estilo de vida".Onde as horas não separam o momento de pregar e o momento de ser alguem normal.Onde eu sou cristã por tempo integral e evangeliso até um poste na minha frente,com muito mais do que palavras, mas com vivencia!

Dani Nogueira disse...

Ei mamãe,
primeiro, valeu por ter visitado meu blog...e descobri que tinha que ter revisado o texto antes de posta-lo porque está cheio de errinhos...falta de letras...hehehe...bom...é completamente verdadeira essa sua opinião...precisamos ser evangelistas em tempo integral e isso não significa que precisamos estar falando o tempo todo, porque o evangelho pode causar um grande impacto dito, mas a pessoa evangelizada observa também o seu estilo de vida. Melhor que isso, pessoas das quais você nunca abriu a boca, mas viveu o evangelho perto dela, podem ser impactadas com o poder de Jesus. É importante lembrar também daquele versículo, em que se diz que as palavras de Deus não voltam vazias. O fato de uma pessoa não ter aceitado na hora o que você disse nao significa que ela não va aceitar nunca. Cada semente tem seu próprio tempo de germinar. Caso a pessoa realmente não aceite, não podemos fazer nada, porque nem Deus pode intervir no livre-arbítrio humano, mas ao menos fizemos nossa parte e agradamos o coração de Deus, que deve ser nosso objetivo. Por isso que ser cristão é algo integral como você mesma disse. Porque se separarmos tempo pra sermos normais poderemos cair, já que temos viver como que loucos por esse mundo. Loucos por Jesus. Um grande beijo!

Veja mais em

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...